rosebud

Notas Aula 05/09/07

Primo Mobile – Empirio – Éter – Natureza corporal material x natureza imaterial etérea
Universo divide-se nesta dupla natureza.

1 – esfera sublunar – movimentos que começam e terminam. não são perpétuos – são aberrantes, terrestres.
2 esfera celeste – movimentos eternos , perfeitos.
Cosmos de Dante – vale espiralado que penetra no fundo da terra (inferno); monte espiralado que conduz aos céus (paraíso)
espaço denso, pleno de corpos materiais.
a grande cadeia dos seres – uma linha imaginária que traça um eixo do mais denso ao mais sutil.
duas eternidades – uma eternidade grega, circular; outra a eternidade linear, judaico-cristã.

complicacio – o que está em dobramento. presente passado e futuro dobrados sobre si como o botão de uma rosa.
a revolução copernicana – transformação: o centro é o sol.
transparência do vidro sec XII
Giordano Bruno / Copernico / Galileo. infinito x infinitésimo; – séc XVI, Leibniz, Newton, Spinoza. Tempo: sucessão de instantes; o tempo começa a ser geometrizado. Giotto, Piero della Francesca, Leornardo. Através da técnica da dobra – e posteriormente o sfumatto – as figuras irão se definir pela sua superfície e volume.
A pintura medieval são os contorno e limite que definem a figura chapada.

de complicacio passamos as noções de implicito e explicito.

prevalecência do olhar físico sobre o olhar simbólico.

About paoleb

muita cousa
This entry was posted in Filosofia da Ciência and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s