Um espaço vazio (o da geometria)

destrói inteiramente a concepção de uma ordem cósmica: num espaço vazio não somente não existem lugares naturais, como não existem lugares.

Sartre. Pagina 104 dos pensadores: “a grande época da física começa nos tempos modernos, quando , de súbito, e em larga escala, passou a ser usada para o método físico a geometria, que , desde a Antiguidade Clássica (e principalmente nos platônicos) tinha sido muito longe levada como eidética pura. Percebe-se , então que é da essência da coisa material ser res extensa e que , por conseguinte a geometria é a disciplina ontológica que se refere a um momento essencial da coisa: a estrutura espacial. Mas, percebe-se alem disso, que a essência espacial da coisa”

Diz não só de sua materialidade, mas do espaço que ocupa.
Descartes – o corporal traduzido como mecânico.
Mecânico – res extensa
Pensamento – res cogito
A imagem e res extensa.
Uma reduçao, uma colocação entre parênteses, um enquadrar.
Contigüidades entre realidades temporais.

About paoleb

muita cousa
This entry was posted in Filosofia da Ciência and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s