sunday bloody sunday

“enxames de perspectivas que circundam os fenômenos” : superação do ponto-de-vista ?

“um requisitado orador que inspirava – e as vezes esgotava – a sua audiência”

“sem risco e sem questionamento, não há diálogo e nem conhecimento”

“depois da transformação, da expulsão para a vertigem da liberdade e da inversão da pergunta, de ‘livre de quê?’ em ‘livre para quê?’ (…)”

aproximação com o antropólogo indiano Arjun Appadurai (The Social Life of Things) – “questões que não perguntem se as coisas são, mas que trabalho elas executam – questões, de fato, não sobre as coisas elas mesmas, mas sobre a relação sujeito-objeto em particulares contextos temporias e espaciais (…) para conceder [aos objetos] sua potência – para mostrar como eles organizam nossa afecção pública e privada”.

Definição de telemática d’apres Husserl .

Intersubjetividade – Martin Buber

About paoleb

muita cousa
This entry was posted in Historia da Arte Moderna e Contemporânea and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s